segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Elma - Elma LP (2012; Submarine Records, Brasil)




























Formada em 2002, a paulistana Elma faz música instrumental com referências sludge e noise-rock, em uma formação de duas guitarras, baixo e batera. Já foram três, tipo Maiden ou Skynyrd.  Hoje, novamente como um quarteto, a Elma conta com Fernando Seixlack, Ricardo Lopes, Paulo Cyrino e Bernardo Pacheco.

Lançado hoje em formato digital e com um lançamento em vinil previsto para o dia 15 de Setembro (data em que a banda se apresenta em São Paulo ao lado do estadunidense Kevin Drumm), Elma LP traz um som menos calcado no metal e, ao mesmo tempo, muito mais pesado. O modo quase esquizofrênico como a música se transforma proporciona ótimos momentos, partindo de um Flipper safado pra dissonância próxima do noise em questão de segundos.  É um disco mais técnico também, resultado de um longo processo de composição, iniciado em 2005 e concluído em 2009. Quatro caras tocando juntos por quatro anos, os primeiros discos do Swans, os últimos do Neurosis e um amor platônico por toda a obra do Steve Albini. O resultado dessa equação é um entrosamento monstruoso, que não se contenta em buscar apenas no metal as referências para a música. “Fat Breath” remete às bandas alternativas de Chicago, o lado mais blueseiro do novo Earth, lembrando em alguns momentos a aura primitiva  do Bone Awl. Destaque para a cozinha em “A Parte Elétrica”,  inclinada ao math e ao improviso. Mais calcada no metal, “Busca” se mantem mais firme, sem guinadas bruscas ou variações de tempo vertiginosas. “Smagma” encerra bem o lado A, com um comecinho calcado no doom metal tradicional, crescendo de forma livre e intuitiva. 

“Zoltan Ri” abre o lado B - uma regravação da música originalmente lançada em 2009 - seguida por “Agente”, faixa que mantem a guitarra base e a bateria focadas em uma tarefa mais rítmica, deixando o baixo e a segunda guitarra livres pra pirar. “Retrogosto” alterna entre riffs dopados e passagens de groove, e a épica “Vatarno" encerra a bolacha. O lançamento, apenas em vinil, é do selo Submarine Records (Hurtmold, São Paulo Underground, The Eternals, Bodes e Elefantes). Não custa lembrar: data de lançamento prevista para o dia 15, quando a Elma abre o show do Kevin Drumm, na Biblioteca do Centro Cultural São Paulo. E a entrada é grátis.

Thiago Miazzo

Ouça em primeira mão o debut do Elma, clicando aqui. 


Nenhum comentário: