sexta-feira, 12 de abril de 2013

Frode Gjerstad Trio (Noruega), Rodrigo Amado e Gabriel Ferrandini (Portugal): ao vivo na Audio Rebel/RJ







A vasta discografia, os parceiros mais constantes e sua biografia não me deixam mentir: aos 65 anos, o norueguês Frode Gjerstad pode ser considerado um daqueles artistas fundamentais. Começou tocando trumpete, mas foi empunhando o saxofone, o clarinete e a flauta com ímpeto desbravador que Gjerstad tomou parte no grupo de artistas nórdicos que se destacaram por sua militância na disseminação da música livre. Seja em trios e quartetos, participando de grandes combos e orquestras, ou acompanhando artistas como Evan Parker, Derek Bailey, William Parker, Borah Bergman, Peter Brötzmann e Paal Nilssen-Love, Gjerstad marca presença com sua forma fragmentária e incisiva de expressão sonora.
Desde 1979 na ativa, Gjerstad iniciou seus trabalhos junto ao baterista inglês John Stevens, no Detail, uma das instituições do free jazz norueguês. Em meados da década de 80 formou o Circulasione Totale Orchestra, que contava com treze músicos noruegueses (na maioria oriundos de sua cidade natal, Stavanger), experimentando ritmos e instrumentações, misturando scratches com acordeões e sopros, e apresentando suas composições. Com Lasse Marhaug, fez música eletrônica, enquanto buscava desenvolver um trio com Derek Bailey. Em 1998 resolveu apostar em uma opção mais econômica, reunindo o lendário Paal Nilssen-Love na bateria e Øyvind Storesund no contrabaixo, o que resultou na formação do Frode Gjerstad Trio.

Com esta formação, Gjerstad lançou trabalhos notáveis, sempre buscando explorar dinâmicas rítmicas mais soltas e acidentadas, mas atentando também para a composição. Como na suíte The Blessing Light: For John Stevens, homenagem ao baterista falecido em 1994; nas doze partes de Last First, de 2002; ou ainda, eventualmente transformado em quinteto, com a inclusão auspiciosa de William Parker e Hamid Drake no disco The Other Side, de 2006 — Drake e Parker já haviam tocado com Gjerstad no tour de force de uma hora em Ultima, de 1999

Em 2010, Øyvind Storesund deu lugar a Jon Rune Strøm, que fez uma participação brilhante no último trabalho do trio, Hide Out, lançado em 2012. O melhor de toda essa história é que Gjerstad vem apresentar esse disco no dia 05 de março na Audio Rebel. Vai perder?

Bernardo Oliveira
Texto para divulgação do evento.

Audio Rebel
20:30
12 pratas.
Arte : Paulo Caetano aka Bemonio

creditsreleased 05 March 2013

Gravado, editado, mixado e masterizado na Audio Rebel.








O duo português formado por Rodrigo Amado (saxofone) e Gabriel Ferrandini (bateria) faz única apresentação no Rio de Janeiro. 

Local: Audio Rebel 
Endereço: Rua Visconde Silva 55, Botafogo/RJ 
Quanto: R$10 
Horário: 20h30 


Nenhum comentário: